quarta-feira, 28 de novembro de 2012

GOD OF WAR A HISTORIA OFICIAL QUE DEU ORIGEM AO JOGO


GOD OF WAR

A HISTORIA OFICIAL QUE DEU ORIGEM AO JOGO

Formato: Livro
Autor: VARDEMAN, ROBERT E.
Autor: STOVER, MATTHEW
Tradutor: GASI, FLAVIA

384 páginas






Historia oficial que foi base de um dos mais famosos jogos da história.

1º Livro da Série God of War – Robert E. Abrams e Matthew Stover

Esta obra procura contar em detalhes a história de Kratos, guerreiro grego que trabalha para os deuses do Olimpo e, após ser manipulado pelo deus da guerra, almeja por vingança e por matar o próprio Ares, o deus da Guerra.

Kratos já ganhou uma minissérie em quadrinho, do selo Wildstorm, publicada no Brasil pela editora Panini, e  agora a editora Leya traz mais essa peça digna de um colecionador, para nossas mãos.

LEIA AQUI UM TRECHO DO LIVRO

Para totalmente leigos no assunto - Conheça aqui um pouco da primeira edição do jogo



LANÇAMENTO DA


MIL E QUINHENTOS: O ANO DO DESAPARECIMENTO de Alan Oliveira





                                             

 

 

                                                                                       MIL E QUINHENTOS: O ANO DO DESAPARECIMENTO

de Alan Oliveira


Dimensões: 16 x 23cm
Nº de páginas: 116

Cores: 2×2
Tipo de Leitor: Leitor Crítico


Não gostaria de soltar o verbo contra aquela senhora escocesa J. K. Rowling, autora da série Harry Potterque agora decidiu-se por escrever um livro digamos "adultil". Podemos até relembrar que o genial crítico americano Edmund Wilson  nunca foi "com os cornos" de  O título ficou então para o segundo lugar da lista: a trilogia O Senhor dos Anéis, do escritor britânico J.R.R. Tolkien e disse que a trilogia O Senhor dos Anéis "não passava de lixo juvenil". Mas em , de Alan Oliveirameio a tanta estultice que graça no campo do infanto-juvenil, um livro como "Mil e Quinhentos" - o ano do desaparecimento é uma perola.

Bom de texto, bom de trabalho grafico supreende até por colocar lo,go nas primeiras páginas "um lingua da terra" para que não se acredite que meus primos do além tejo foram os primeiros des-afortunados a quicar por nossas aprazíveis praias. (E.C.)

O LIVRO

Quando as grandes naus estão prestes a deixar Portugal rumo às Índias, em 1500, os irmãos Scalfi resolvem encarar o Atlântico. Juntos com um amigo francês, são escolhidos para viajar na embarcação principal de uma das expedições e acabam vivendo uma história emocionante e imprevisível. Lidar com perdas e enfrentar o desconhecido são apenas alguns dos desafios que eles têm de enfrentar.

Na narrativa de Alan Oliveira, Pedro Álvares Cabral e Pero Vaz de Caminha são apenas coadjuvantes de uma história envolvente, com doses certas de realidade, mistério e imaginação.




O AUTOR (por ele mesmo)
Alan Oliveira
Nasci em Belo Horizonte, na primavera do ano de 1959. Depois de rodar um pouco do litoral ao sertão, voltei a viver nesta cidade, enquanto não viro definitivamente um roceiro-escritor… ou um escritor-roceiro, ainda não sei quem vai vir primeiro.

Se me lembro bem, foi quando eu e um bando de outros alunos inquietos criamos um jornal na escola que nasceu o gosto por escrever, pois fazíamos pequenos (alguns grandes) artigos onde discutíamos questões do colégio e do mundo, resenhas culturais, etc. Daí para poesia, contos e estorietas foi um passo.

Então as coisas mudaram e eu fui viver no litoral e me esqueci de escrever. Depois fui viver numa casinha na roça e continuei me esquecendo de escrever. Mas lendo sempre, com uma paixão permanente, pois os livros desde cedo foram e continuam sendo grandes companheiros nesta jornada.

Quando depois as coisas mudaram novamente, voltei a escrever, e os livros começaram a sair um atrás do outro. Ganhei alguns prêmios literários importantes e também perdi vários, mas os livros continuam saindo, como este, por exemplo. Mil e Quinhentos é um livro que simplesmente adoro, pois acredito ter acertado na dosagem entre aventura e história, no peso correto de cada personagem dentro do texto, coisas assim, como um cozinheiro que, ao preparar um prato, fica satisfeito com a combinação dos temperos. E torce para que os outros pensem o mesmo.

Enfim, é ótimo ver este livro impresso e saber que seus personagens estão ganhando vida através dos leitores. Portanto, só posso esperar que, muito mais que informação histórica, ele desperte em vocês paixão, espírito crítico e, claro, que seja uma ótima diversão.


um lançamento

sábado, 24 de novembro de 2012

Atchim & Espirro lançam DVD com A Turma da Casa de Chocolate


Atchim & Espirro lançam DVD com A Turma da Casa de Chocolate
  
Fazendo sucesso há mais de 30 anos, Atchim & Espirro, os maiores palhaços do Brasil, vão lançar seu primeiro DVD com A Turma da Casa de Chocolate. 
A dupla faz palhaçadas, brinca e canta ao lado de Miss Cupcake, Zé Pirulito, Brigadeiro Tobias, Bolachinha, Choc Choc e Maria Casquinha. O musical se passa na Casa de Chocolate e eles apresentam hits como “É Tão Lindo”, “Ai Meu Nariz”, “Piuí Abacaxi/É de Chocolate/Uni Duni Te”, “Doce Mel/Ilariê/Tindolelê”, outros sucessos que eles mesmos lançaram como “Circo da Alegria”, “King-Kong e seu King-Konguinho” e “A Orquestra dos Bichos”, e ainda inéditas como a música de abertura “Casa de Chocolate” (Conrado Muylaert), entre outras surpresas.

O DVD “Atchim & Espirro e A Turma da Casa de Chocolate” tem direção geral de Marcos Maynard e Guto Campos, e será distribuído pela Radar Records, a partir de 03 de dezembro.

O vídeo de “Casa de Chocolate” já está disponível na internet:http://www.youtube.com/watch?v=dqi14LHEgtQ&feature=youtu.be

Mais informações: http://www.atchimeespirrooficial.com.br

6/12 JOGANDO NO QUINTAL NO NATAL DO CCBB


Jogando no Natal

Os palhaços do grupo Jogando no Quintal farão intervenções no Natal do CCBB,  de 6 a 16 de dezembro.


 


Musicas natalinas, Presepada e Papai Noel que atende aos pedidos dos adultos fazem parte da programação gratuita criada especialmente para a data.






O Centro Cultural Banco do Brasil convida para a sua programação especial de Natal, que este ano conta com a  presença dos palhaços que fazem parte do elenco do Jogando no Quintal, espetáculo de improviso que há 10 anos está em cartaz em São Paulo.

Com um olhar divertido sobre a data, a programação criada pela trupe irá apresentar três performances, em dias e horários  distintos, entre os dias 6 e  16 de dezembro.

Às quintas e sextas a trupe promete trazer o Papai Noel  ao CCBB para escutar e realizar o sonho dos adultos. Afinal, quem disse que Papai Noel é só para criancinhas?

Já aos  sábados e domingos, será apresentada pela manhã a Presepada, um presépio vivo- um tanto quanto... inusitado-. Na   parte da tarde os palhaços voltam com A Fabulosa Banda Natalina do Quintal , que fará um cortejo com as mais tradicionais canções natalinas. Para se divertir e soltar o gogó. 

Serviço

Jogando no Natal

Direção: Rhena de Faria

Supervisão artística: Cesar Gouvêa

de 06 a 16 de dezembro - de quinta a domingo

Quintas e sextas - intervenções de 30 minutos às 12h, 13h30 e 18h

Sábados e domingos – intervenções de 45 minutos

11h – Presepada

16h – A Fabulosa Banda Natalina do Quintal 

Elenco: Álvaro Lajes, Claudio Thebas, Cristiano Meireles, Denis Goyos, Ernani Sanchez, Eugênio La Salvia,  Igor Canova, Paola Musatti, Rhena de Faria, Teresa Gontijo e Vera Abbud.

Gratuito

Recomendação: Livre

Local: Centro Cultural Banco do Brasil

Área Externa e Térreo

Rua Álvares Penteado, 112 - Sé

Telefone: (0xx)11 3113-3651

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Mais Nancy Ventura com ilustrações de Bruno Gomes



Algum tempo atrás recomendei o livro - As Iamuricumãs e o Jakuí de Nancy Ventura com ilustrações de Bruno Gomes. Uma bela história que contava sobre um tempo um em que as índias Iamuricumãs tocavam uma flauta – o jakuí – todos os dias. Embaladas pelo delicioso som que o instrumento soprava, elas se divertiam bastante, sempre dançando e cantando. Mas, nessa época, nenhum homem podia vê-las nessa grande festa. Um dia, o Sol e a Lua perceberam alguma coisa errada e resolveram interferir ... Uma tocante história com fortes  traços de antropologia com destaque na questão do gênero. Pois bem, a prosa de Nancy Caruso Ventura volta a se encontrar com o inspirado e delicado traço e vigoroso pincel de Bruno Gomes e aqui está o resultado -

VANIVANÍ O DONO DAS ARARAS VERMELHAS
Nancy Ventura
Formato (cm): 21x28
Ilustrador: Bruno Gomes


Número de páginas: 32

Os índios da aldeia próxima ao Morená gostavam de se reunir, à tarde, para conversar. Um dia, apareceu entre eles uma linda ave vermelha. Era uma arara! Ela gostou tanto de mostrar sua beleza entre aqueles índios que acabou voltando muitas vezes.

O Sol, encantado com a arara, perguntou ao seu irmão, Lua, se ele a conhecia. Lua depois afirmou que aquela ave pertencia a Vanivaní. Então, os dois foram até ele e lhe pediram uma de suas araras de presente. Vanivaní tenderia ao pedido mediante algumas condições. Essa é uma das famosas lendas que são contadas na aldeia do povo Kamayurá.




e ainda

A ANTA , OS TRACAJÁS E AS ESTRELAS
Nancy Ventura
Formato (cm): 21x28
Ilustrador: Bruno Gomes


Número de páginas: 32


Os meninos de uma aldeia, lá no Morená, adoravam jeni-papo, que é um fruto bem gostoso mesmo. Era sempre uma festa subir na árvore e comer todos os que estavam maduros. Mas não eram só os meninos que gostavam de jenipapo. Uma velha anta também era fã do fruto.

Só que nunca sobrava nada para ela. Um dia, a anta ficou furiosa e aí começou o mistério e a aventura desta história, que é muito contada nas aldeias dos Kamayurá.


A AUTORA

NANCY CARUSO VENTURA
Nasci em São Paulo, em 26 de agosto de 1944.
Graduei-me em Pedagogia e trabalhei no Ensino Municipal de São Paulo por 33 anos.
Hoje trabalho em projetos pedagógicos na Noovha AméricaEditora.
Como autora, publiquei dois livros de referência sobre as etnias negra (Negro: reconstruindo nossa história) e indígena (Índio: recontando nossa história).
Junto à Aldeia Kamayurá, resgatei alguns contos e deles foram publicados Yrajang: a canoa encantada, A conquista do dia e As Iamuricumãs e o Jakuí.
Agora, como Vovó Nana, estou publicando a série infantil Geometria com Poesia, onde harmonizo geometria e rima poética.


O ILUSTRADOR

BRUNO GOMES
Nasceu em 1983, na cidade de Arapiraca, Alagoas. Desenha desde criança, incentivado pelo meu pai, e atualmente trabalha com ilustração, arte conceitual e 3D. É professor em um curso especializado em arte digital e criação de personagens para animação, games e cinema, na Escola Saga.
Sua paixão está em imaginar mundos exóticos, personagens cativantes e criar histórias fantásticas. Tem alguns projetos pessoais em andamento para livros e animações. Para ele, tem sido um prazer enorme ilustrar contos indígenas, cultura que, segundo ele, sempre admirou e que lhe serve de inspiração para tudo o que faz.










Carta de Abrahan Lincoln ao professor do seu filho






Caro professor, ele terá de aprender que nem todos os homens são justos, nem todos são verdadeiros, mas por favor diga-lhe que, para cada vilão há um  herói, para cada egoísta, há um líder dedicado.

Ensine-lhe por favor que para cada inimigo haverá também um amigo, ensine-lhe que mais vale uma moeda ganha que uma moeda encontrada.

Ensine-o a perder, mas também a saber gozar da vitória, afaste-o da inveja e dê-lhe a conhecer a alegria profunda do sorriso silencioso.

Faça-o maravilhar-se com os livros, mas deixe-o também perder-se com os pássaros no céu, as flores no campo, os montes e os vales.


Nas brincadeiras com os amigos, explique-lhe que a derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa, ensine-o a acreditar em si, mesmo se sozinho contra todos.

Ensine-o a ser gentil com os gentis e duro com os duros, ensine-o a nunca entrar no comboio simplesmente porque os outros também entraram.

Ensine-o a ouvir todos, mas, na hora da verdade, a decidir sozinho, ensine-o a rir quando estiver triste e explique-lhe que por vezes os homens também choram.

Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a lutar só contra todos, se ele achar que tem razão.

Trate-o bem, mas não o mime, pois só o teste do fogo faz o verdadeiro aço, deixe-o ter a coragem de ser impaciente e a paciência de ser corajoso.

Transmita-lhe uma fé sublime no Criador e fé também em si, pois só assim poderá ter fé nos homens.

Eu sei que estou pedindo muito, mas veja o que pode fazer, caro professor."

Abraham Lincoln, 1830

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Pauline Alphen e clube de leitura




Tem post novo no Blog do Le-Heitor.



Heitor leu três livros da escritora meio brasileira e meio francesa Pauline Alphen, prepara um novo clube de leitura para o começo do próximo ano e conta tudo no blog: http://blogdoleheitor.sintaxe.com.br

Editora Biruta - Dia da Consciência Negra - Série "Marrom de Terra", de Lia Zatz


Para comemorar o Dia da Consciência Negra, a Editora Biruta chama a atenção para a Série “Marrom de Terra”, de Lia Zatz.
São cinco livros com a temática da discriminação racial em suas mais diversas formas, nos ambientes cotidianos.
CLIQUE PARA AMPLIAR
As obras pretendem incitar a discussão em torno desse tema que muitas vezes é tratado como tabu, mas que merece ser discutido e refletido.

VIAGEM DE AVENTURA PARA ADOLESCENTES AGÊNCIA VENTURAS


Agência Venturas organiza viagens

de férias para adolescentes com foco no ecoturismo



AVENTURA E APRENDIZADO

acompanhamento da Educadora Cristiane Lopes Kaulich



A partir de 13 anos

de 20 a 26 de Janeiro de 2013

PENINSULA DE MARAÚ




A agência Venturas oferece uma opção de férias diferente aos adolescentes. Ela organiza  Ecoacampamentos  que têm como objetivo proporcionar uma experiência marcante e recheada de atividades ao ar livre, num contraponto à  rotina tecnológica vivida durante todo o ano pelos adolescentes..

A integração, a superação de desafios, a distância de casa e as atividades inusitadas são enriquecedores e criam uma atmosfera de cumplicidade e companheirismo entre os participantes, que são acompanhados pela Educadora Cristiane Lopes Kaulich, que possui ampla experiência com adolescentes.

Realizadas há alguns anos nos meses de férias, julho e janeiro,  este grupo já fez trekking na Trilha do Ouro, andou de caiaque oceânico na Baia de Parati, nadou com botos na Amazônia, fez expedição com rafting no Jalapão, cavalgou nos Aparados da Serra, explorou Cavernas no Petar e fez um trekking pelo Vale do Pati na Chapada Diamantina e agora se prepara para explorar a deslumbrante natureza da península de Maraú, na Bahia.

INCLUSO:

- Traslados do Aeroporto de Ilhéus /Camumu /Aeroporto de Ilhéus;

- Traslado Camumu / Barra Grande / Camumu em lancha;

- Traslado Barra Grande / Pousada do Cassange / Barra Grande;

- Traslados internos para os passeios;

- 6 Noites de Hospedagem na Pousada Lagoa do Cassange com café da manhã - www.lagoadocassange.com.br;



- Refeições - 5 almoços e 6 jantares:

- Almoço a base de peixe e frango incluindo 01 bebida sem álcool.

- Jantar no restaurante da pousada: Buffet a base de peixe, frango, massas, saladas, frutos do mar e sopas, incluindo 01 uma bebida semálcool e 01 sobremesa.

-Psicopedagoga acompanhando o grupo desde SP (Cris Kaulich);

-Todos os passeios citados no roteiro;

-Guia Coordenador Venturas acompanhando desde SP a partir de 10 participantes;

-Guias Locais especializados em todos os atrativos;

- Brinde Venturas;



NÃO INCLUSO:

- passagem aérea;

- refeições e bebidas não mencionadas;

- Despesas Pessoais;

- Qualquer outro item não mencionado como incluso



Preço: parte terrestre R$ 2.790,00 por pessoa

Adicional Aéreo: R$ 960,00 por pessoa



www.venturas.com.br

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Os monstros do cartógrafo: O ataque da vampantera! (Vol. 2) Título Original: The mapmaker's monsters: Vampanther attack!


Os monstros do cartógrafo: O ataque da vampantera! (Vol. 2)

Título Original:     The mapmaker's monsters: Vampanther attack!

de  Rob Stevens


Tradutor:     Ana Resende



Coleção:    Os monstros do cartógrafo

Páginas:     400

Formato:     14 x 21 cm





A segunda de uma série de aventuras pelos quatro cantos do mundo

Piloto de uma companhia aérea, Rob Stevens concluiu seu primeiro livro, o premiado best seller Os monstros do cartógrafo: Cuidado com os bufalogros!, ao longo de várias viagens. Escrevendo novamente durante suas jornadas pelo mundo, o autor apresenta agora o segundo volume da série: O ataque da vampantera!.


O LIVRO
Uma história de aventura e fantasia que se passa em pleno século XV, a série Os monstros do cartógrafo, com ilustrações de Adam Stower, traz tramas emocionantes de superação e de demonstração do amadurecimento de um menino que agradarão leitores de todas as idades. Foi o que aconteceu na Inglaterra, quando se tornou leitura obrigatória entre alunos de colégios e de universidades.

Hugo está viajando outra vez. Ele vai para as montanhas sombrias da Transilvânia, um lugar que, literalmente, não está no mapa. Lá, nada é o que parece.

Para resgatar o amigo de seu tio e localizar o castelo oculto da terrível vampantera, Hugo contará com a ajuda de criaturas fantásticas e inacreditáveis: uma gata falante que prevê o futuro, um lobisomem bem agitado e um Abominável Orangofango. Além, é claro, de seu grande amigo Feroz, um rato falante e divertido.

Os monstros do cartógrafo: o ataque da vampantera! é uma história cheia de criaturas fantásticas, lugares incríveis, muito mistério e aventura.

A CRITICA
“Um escritor surpreendente.” - The Telegraph

O AUTOR
Rob Stevens
é um piloto da British Airways que escreve em quartos de hotel em todo o mundo. Os Monstros do Cartógrafo é sua primeira incursão em livros para jovens. Quando não está voando, vive em Dorset com a esposa e os dois filhos pequenos. Saiba mais em www.robstevens.co.uk


UM LANÇAMENTO