domingo, 28 de novembro de 2010

A mão do diabo






A mão do diabo
The hand of the devil
de Dean Vincent Carter





Quando Ashley Reeves, jovem jornalista da Missing Link, revista sobre aberrações da natureza, recebe uma carta que lhe promete a matéria de sua vida, é exatamente a sua vida o que tudo isso pode lhe custar.

Caro sr. Reeves,

Tenho em minha posse um espécime conhecido como “VERMELHO DO GANGES”, indivíduo único e extraordinário da família do mosquito AEDES AEGYPT. Se o senhor consultar um especialista sobre o assunto, ele certamente lhe dirá que esse mosquito não existe.

Envio um mapa para ajudá-lo a encontrar o caminho para a ilha Aries… Sou o proprietário da única casa… portanto, não será difícil me encontrar. O senhor pode alugar um barco no porto de Tryst… Seria de extrema importância que viesse imediatamente.

Estou disposto a partilhar minha descoberta com o mundo, mas, por ser um homem reservado, preciso omitir certos detalhes. Assim sendo, peço-lhe, se possível, que não divulgue os pormenores desta carta a ninguém.

Tenho a honra de ser, caro senhor, seu obediente servo,

Reginald C. Mather

O autor da carta parece, a princípio, ser apenas um excêntrico colecionador de insetos, feliz por viver isolado numa ilha remota. Mas, quando Reeves se vê sozinho com Mather e descobre a terrível verdade por trás do passado do cientista, cai de cabeça num pesadelo macabro que rapidamente foge de controle. Sua vida está em perigo… e Mather não é o único inimigo.

Ao mesmo tempo arrepiante e irresistível, assustador e cativante, este tão aguardado suspense de Dean Vincent Carter irá fascinar os leitores de todas as idades.

“Sensacional!” Daily Express

“Destinado a ser um novo megaseller.” Independent on Sunday

“O próximo Stephen King!” Evening Standard



um lançamento



segunda-feira, 22 de novembro de 2010

A batalha


A batalha
The spook's battle
de Joseph Delaney

Coleção: As aventuras do Caça-Feitiço

Páginas: 352




As feiticeiras estão se insurgindo em Pendle, e, se os três clãs mais poderosos se unirem para conjurar um mal inimaginável, eles serão capazes de ressuscitar as trevas — o próprio Diabo encarnado.

Tom e o Caça-Feitiço precisam partir com urgência para Pendle. O impensável terá de ser evitado.
Antes, porém, de enfrentar a estrada, o Caça-Feitiço ordena que Tom vá até o sítio e traga os baús que sua mãe lhe deixou. Que segredos familiares sombrios estão guardados nesses baús? Eles colocarão a família de Tom em perigo ainda maior ou fornecerão a ajuda de que ele e seu mestre vão precisar?

A batalha tem novamente como cenário o Condado, dessa vez para leste, nas proximidades da serra de Pendle. Uma vez que a série se situa em um Lancashire mítico, em vez de utilizar um contexto histórico exato, a sequência de acontecimentos que levaram ao julgamento de feiticeiras realizado em Pendle, em 1612, não aparece. No entanto, alguns lugares, como o Read Hall (a prefeitura de Read) e a Torre Malkin, estão presentes, porém modificados para atender às exigências do mundo ficcional do Caça-Feitiço. Vale a pena visitar Pendle, mas não se esforce demais para encontrar a pedra Gore e o Vale das Feiticeiras, pois ambos foram criados pela imaginação do autor.

um lançamento






***